Siga os seguintes passos para retirar seu Passaporte:

Verifique a documentação necessária. Atenção: Não há renovação nem prorrogação de passaporte, se o seu está com prazo de validade expirado ou prestes a expirar e você deseja obter um novo documento de viagem, serão exigidos TODOS os documentos originais relacionados e você deverá solicitar a emissão no próximo passo.


Solicite a emissão do passaporte. Se tiver dúvidas sobre o preenchimento dos seus dados, ligue 194, ou clique aqui. Atenção: somente após a inclusão de seus dados será emitida a Guia de Recolhimento da União – GRU.


Pague a GRU, respeitando sua data de vencimento.


Compareça ao posto do DPF munido da documentação original exigida (vide item 1), GRU paga e protocolo da solicitação. Não é necessário mais levar fotografia, que será coletada no momento do atendimento. Em algumas unidades do DPF é necessário o agendamento prévio. Verifique aqui se você deve agendar o atendimento no posto escolhido.


Consulte o andamento do seu pedido de passaporte.


O passaporte será entregue pessoalmente a seu titular, mediante apresentação de documento de identidade e assinatura de recibo. Busque seu passaporte no horário e local indicados.

Passaporte e Vistos

Provavelmente, você já deve ter se informado sobre os procedimentos e requisitos para obtenção do passaporte e do visto de entrada.


Você está viajando para os Estados Unidos da América, não esqueça que o seu visto é de turista.


Lembre-se: Não carregue seu passaporte com você diariamente, tire cópia das primeiras páginas e use os originais somente quando for extremamente necessário, como quando for trocar travellers checks por dinheiro por exemplo.


Antes da viagem de volta, assegure-se de que não se esqueceu de seu passaporte.

Vistos

O visto é o documento concedido pelas representações diplomáticas e consulares do Brasil no exterior que possibilita o ingresso e a estada de estrangeiros no Território Nacional, desde que satisfeitas as condições previstas na legislação vigente.


O visto configura mera expectativa de direito e não garante a entrada do estrangeiro em território nacional.


Seu ingresso poderá ser impedido e a estada em território nacional poderá ser reduzida quando for conveniente ao interesse nacional, pois a concessão de visto é ato do poder discricionário do Estado brasileiro.